top of page

Diogo Dionísio é Medalha de Ouro na XXIII Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA)

Atualizado: 6 de fev. de 2021

Texto e fotos by Heriberto de Souza


Diogo Dionísio Nascimento Silva é Medalha de Ouro na XXIII Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA). Com média 9,25, o estudante do 3.º Ano do Ensino Médio Integral do Centro de Excelência Professor João, uma escola pública da Rede Estadual de Ensino de Sergipe, localizada em Aracaju, capital do Estado, passou à frente de milhares de alunos do ensino público e privado de todo o país e sagrou-se campeão desta 23.ª edição da OBA. Um feito e tanto.



Semana passada, o Costão Cine-audiovisual, núcleo de produção audiovisual da instituição escolar, fez uma pequena entrevista com o Diogo, que pode ser vista no link a seguir: https://www.youtube.com/watch?v=IbSX_1sAKvk&t=18s. Em breve, quando a medalha lhe for entregue, em janeiro do próximo ano, uma entrevista mais elaborada será feita para registrar e informar detalhes deste feito importante tanto para ele quanto para a comunidade do Costão.


Registrar, além de imortalizar um fato relevante acontecido no decurso específico de um tempo, também contribui para incentivar pessoas a trilhar bons caminhos, que servirão de exemplos a todos que desejarem perquirir o sucesso. Bons feitos devem ser propagados, e o aluno Diogo Dionísio, certamente, já traz consigo comportamento exemplar para muitos de sua e de futuras gerações.

De acordo com o RELATÓRIO DA I OLIMPÍADA BRASILEIRA DE ASTRONOMIA, I OBA, de 1998 (Nascimento da OBA.pdf), a Olimpíada nasceu pela iniciativa do professor Daniel Fonseca Lavouras. “A ideia de realizar uma Olimpíada de Astronomia nasceu da conjunção do interesse pelo desenvolvimento da ciência, com a oportunidade de trazer para o Brasil um evento científico educacional, consolidado internacionalmente. (...) Em 1998 o Brasil só participava da Olimpíada Internacional de Matemática (IMO). Eu era professor de Matemática e Física em Belém (PA) e notava que havia uma extrema baixa autoestima dos estudantes. Tentava incentivá-los a se preparar para os vestibulares das melhores universidades do Brasil e do mundo, mas a imensa maioria não acreditava que tinha potencial para medir forças contra alunos do restante do país”, diz o professor em seu Relatório.


Este ano, a Olimpíada, em razão do estado pandêmico em curso vivenciado por todos mundialmente, aconteceu “virtualmente”. A grande incentivadora do Diogo foi Suely Rodrigues, sua professora de matemática. Foi ela quem, por telefone, informou-lhe da OBA e cuidou de inscrever seu pupilo.


Segundo Suely, ele sempre foi um excelente aluno, chegava sempre à sala já conhecendo todo o conteúdo que estava sendo dado naquele momento em particular. Estudava por conta própria. Em diversas ocasiões, antecipava o estudo de assuntos ainda não apresentados à classe.


Outro que também faz boas referências a ele é o professor de química Rogério Luiz, atual gestor do Costão:


“Eu o conheci em sala de aula respondendo a uma prova da área de exatas deixada por um professor que, naquela ocasião, havia deixado de frequentar a escola em razão de ter se aposentado. Coube a mim aplicar o teste. Alguns minutos depois de iniciada a avaliação, Diogo se manifestou dizendo que, para uma questão específica da prova, não havia alternativa de resposta condizente com os cálculos feitos por ele, ou seja, as possíveis respostas apresentadas para a questão estavam todas erradas. Ele estava com a razão” – comentou o Rogério.


Além do “Ouro” na XXIII OBA, anteriormente, incentivado por Carlos dos Santos, um dos professores de química recém-chegado ao Costão, Diogo já havia conquistado um “Bronze” na 1.ª Olimpíada Estadual de Química, concorrendo, por exemplo, com alunos dos colégios “São Salvador”, “Amadeus” e “Master”, as mais cobiçadas e caras escolas particulares de Sergipe. Inquestionavelmente, profissionais dedicados fazem toda a diferença no desenvolvimento intelectual e moral de qualquer estudante.



Em janeiro de 2021, Diogo receberá sua medalha olímpica. Mas, antes mesmos de tomar posse de seu “ouro”, já foi agraciado com outros "mimos", todos decorrentes desta primeira conquista.


Ele foi convidado pela Minerva School, uma universidade parceira da OBA, a estudar, por um período de quatros anos, nos Estado Unidos, mais precisamente em São Francisco, a quarta cidade mais populosa do estado da Califórnia e a 13ª mais populosa da América. O “Ouro” também lhe rendeu convites para participar de mais duas olimpíadas: a Olimpíada Internacional de Astronomia e a Olimpíada Latino-americana de Astronomia.

Conforme o site estudarfora.org (https://www.estudarfora.org.br/minerva-school/),"a Minerva School é uma universidade com uma proposta totalmente diferente de qualquer educação universitária disponível no mundo atualmente. A ideia é ser uma universidade de excelência, que acelera a trajetória de vida dos estudantes mais brilhantes e motivados ao redor do mundo e forma futuros líderes e inovadores em todas as disciplinas.


Os alunos vêm de diferentes países e têm aulas online e ao vivo com professores de ponta. Uma das grandes diferenças é que os jovens vão viver em uma espécie de “campus itinerante”: O primeiro ano é em São Francisco, onde a sede da Minerva School fica, e nos demais anos eles mudarão de país a cada semestre.".

Uau!


Boa sorte, Diogo. Toda a família Costão está envaidecida de seu feitos, inteligência e gosto pelos estudos. A torcida pelo seu sucesso, certamente, será intensa. Estaremos aqui, sempre, para ajudá-lo no que for necessário.




203 visualizações4 comentários

Posts recentes

Ver tudo

4 Comments


Diego Luiz
Diego Luiz
Jan 20, 2021

Certamente, um grande talento! Parabéns.

Like

Prof. Alex O.  Simões
Prof. Alex O. Simões
Jan 03, 2021

Parabéns Diogo e a todos os professores. O universo é o seu limite! 💪💪💪💪

Like

Eduardo Fortaleza
Eduardo Fortaleza
Dec 23, 2020

O cara é fantastico, apaixonado pelos estudos. Mais que merecido os louros conquistados, mas o que mais me impressionou foi o convite pra estudar nos EUA. Até já conversei com ele sobre o quão importante é seguir uma graduação em solo americano. PARABÉNS DIOGÃO. O MUNDO AGORA ESTÁ EM SUAS MÃOS.

Like

Marcos Antonio Macslsl
Marcos Antonio Macslsl
Dec 22, 2020

Parabéns pela excelência Diogo Dionísio e ao professor Carlos pela visão.👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

Like
bottom of page